Dia mundial da luta contra… ti!

Neste dia em particular, em todos os outros sempre, contra ti, Cancro!

O Que Dizes Tu?!

cancer (2)

Pensavas tu que já te tinha deixado em paz e no teu cáustico sossego?! Naaaaaa, enganas-te. E esse é aliás o mais puro e pérfido dos teus enganos, pensares que as pessoas te deixam em paz ou acabam por se esquecer da tua particular e sobretudo injustificada existência.
A quantidade de dias nacionais e dias mundiais que se assinalam em tua honra deve encher-te de orgulho não é?
Ainda agora se assinalou o maior de todos eles, mas levou-me ainda um tempinho a pensar no que poderia eu fazer para não deixar passar em claro uma oportunidade mais do que soberana para te dirigir umas palavrinhas, carregadinhas de toda a ternura e meiguice que tenho para contigo.
Deves refastelar-te nessa tua injustificada e ignóbil condição, julgando-te muito especial, pois olha que não és, de todo. Não passas daquilo a que nós, as pessoas, chamamos de um completo atrasado mental e…

View original post mais 902 palavras

Anúncios

3 thoughts on “Dia mundial da luta contra… ti!

  1. Artigo magnífico que devia ser péssimo, o que nas tuas mão não é possível, atendendo ao sujeito em causa: o “cabrão” que me levou o pai, em 20 de novembro, após tanto sofrimento, como se de uma cobaia se tratasse e matéria em decomposição. O “cabrão” que um ano antes visitou a minha mãe, que o venceu, não obstante a ligeira deformação no rosto que lhe deixou. O “cabrão” que levou o meu colega de carteira da escola até ao 9.º ano, da minha amiga Lina, …
    Mas a verdade, é que muitos não têm noção do quanto ele é cabrão! Outros há (pasma!) que pensam que ele se transmite como uma doença contagiosa. E nesses outros, curiosamente todos eles com formação académica superior, a sensibilidade é de tal forma dócil que perante a viagem de um portador da “besta”, a viva força exigem que os familiares mais próximos estejam a 100% porque, afinal, “o fardo” acabou.
    Ele é uma besta mas na minha profissão, que nem ordem têm, infelizmente, há também muitas bestas. Daquelas que se julgam acima de tudo e de todos, porque “mandam”(?). Talvez um dia ele lhes toque e aí, “besta” x “besta” = “cabrão”?

    Perdoa-me, assim como os leitores pela linguagem utilizada. Minhas entrelinhas há! Por isso não fui claro. Por minha vontade, citaria nomes, situações, etc, etc. Estou farto. Farto da besta mas farto de também de cabrões. 😦

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s