Em tempo de paz, o que se fazem às armas?

Ora pois bem, vivemos num tempo de suposta paz, tranquilidade, descanso, as guerras são lá longe e alimentadas pelo grande glutão, o super monstro do jogo PACMAN, que papa tudo, um autêntico Sebastião. Como tal, manda o ditado, que em tempo de guerra se lavem as armas…
Ora pois bem, armas, não temos, pelo menos aquelas armas convencionais que atédisparam balas, e podem mesmo ferir ou matar quem por elas é atingido…
As nossas armas são outras.
Ele é o implacável Segredo de Justiça, o fantástico processo CASA PIA, são as obras no Terreiro do Paço, os desabamentos na CREL, as cheias no Tejo, o BULLYING, os deslizamentos de terras na CREL, as pavorosas e inquantificáveis Crateras que povoam as estradas de Lisboa, as Portagens das SCUTS no norte do país, resumindo, temos um poderosíssimo exército, capaz de ferir de morte qualquer uma das potÊncias mundias que ousem enfrentar-nos ou ameaçar-nos com qualquer subida de impostos, não cumprimento de défices, ou seja lá o que for…
Actualmente o país vive completamente ofuscado pelos “brilhantes resultados desportivos” da sua equipa mais POPULAR e POPULISTA equipa de Futebol. Tudo o resto parece passar ao lado, ou melhor, tudo o resto é posto de lado, o que interessa é “que o Benfica seja campeão, o resto é merda!”, como tal, assim se vão passando cada vez mais situações estranhas, a que ninguém liga nenhuma, apenas os mais desligados dessa grandeza política, a que chamaram um dia Sport.Lisboa e Benfica, pensam nos problemas do país…
Ora, os arruamentos completamente danificados e assassinos, que têm provocado um número grotesco de furos nos pneus dos automóveis dos Portugueses, passam assim completamente incólunes, e quem se lixa?? é o Transeunte que não tenha a perícia de um Carlos Sainz, que lhe permita desviar-se de 22000 buracos diários, sem bater, nos carros que seguem nas outras faixas, nas motoas, ou nos peões que atravessam as vias…
Enfim, Portugal vive em estado se chato, e não em estádo de sítio.
Limpem as panelas e tomem mebocaína, que vêem aí tempos de manifestações de voz e batimento de panelas…
Quem é que manda aqui afinal…?
Em tempos de paz, já temos o que fazer às armas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s