Espero-te

Quero poder sorrir
Sorrir contigo em mente,
Nem me atrevo a pensar
Em sorrir para tanta gente.

Suporto a distância,
O frio no pensamento,
Não consigo calar,
Todo este contentamento

É ou talvez seja,
um contentamento descontente
Não quero que ninguém veja,
Por isso fecho os olhos,
E sento-me à tua frente

Deixas a meu lado,
Um qualquer algo que não percebo
Fico aqui sentado,
Sózinho e em segredo.

Espero por ti mais logo,
Ao caír do anoitecer,
Não me interessa se me afogo,
Só por ti quero viver.

Viverei o necessário,
para poder ver-te crescer,
Seja qual for o cenário,
Serei assim até morrer.

De morte pouco falo,
Por não querer dela saber,
Apenas quero que vejas,
O que me faz amanhecer.

Anúncios

3 thoughts on “Espero-te

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s