Copos de água

Ora, antes de começar, gostaria de terminar.
Copos d’água, porquê?
Porque tenho sede, ou simplesmente porque me apetece escrever sobre esse universo por descobrir, que são os copos d’água gentilmente cedidos pelos mui nobres empregados de balcão, desses cafés espalhados por esse mundo fora.
Fico espantado como há tanta gente a apregoar aos 7 ventos que o mundo já não é o que era, e que já ninguém dá nada a ninguém.
Ora, não é então um acto extremamente solidário, alguém que trabalha, 12 horas num café, sabendo o preço a que água está, que ela está cara como o ouro, que é um bem precioso, que não se deve desperdiçar água, que devemos aproveitar a água do banho para despejar na sanita, depois do belo do cócó, e que devemos ainda guardar um pouco para lavar os dentes, se não é solidariedade, andar a distribuir copos d’água por transeuntes, sem cobrar um único cêntimo.
Nem temos de nos esforçar muito. Basta entrar, chegar ao balcão, se quisermos ser ligeiramente compreendidos, fazemos um ar cansadíssimo, como se viéssemos a caminhar desde o Algarve, e então pedimos o nosso copo d’água. Seguidamente, agradecemos a gentileza do empregado e saímos porta fora, à procura do novo rodízio de néctar precioso.
Desta não estavam à espera. Quem dá o que tem a mais não é obrigado, e quem dá o que não tem??
Está eternamente condenado.
pensem nisto, ou então, não pensem em nada, que isto de andar para aí a distribuir copos d’água, só tem é de acabar.

Anúncios

One thought on “Copos de água

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s