Gosto de aparências

Efectivamente, gosto das aparências.. Assim o disse Rui Reininho e assim o afirmo eu também. As aparências, raramente me iludem, mas muitas vezes me desiludem. Creio que este é de facto o ponto fulcral desta mensagem. Muitas são as ocasiões, em que as impressões, as aparências desiludem o ser humano e isso começa exactamente, pelo treino obcecado e intensivo que o nosso sentido apurado, ou em alguns casos simplesmente deficiente, a visão, nos remete para juízos de valor precipitados, ou não, isto é, as primeiras impressões, os primeiros olhares, as primeiras observações que fazemos sobre algo, ou sobre alguém, são quase sempre decisivas relativamente à formação de opinião sobre esse algo ou alguém, seja ela, positiva ou negativa. Assim, um conselho que gostaria de deixar a esta tão nobre espécie, tão inteligente e dotada de tamanha supremacia, seguinte:
-Humano, deixa de usar a primeira impressão como uma espécie de tribunal interno, onde conferes um julgamento sem hipótese alguma de defesa, onde condenas sem qualquer tipo de possibilidade do condenado se defender e opta por um tratamento mais justo da imagem de filtras. Aprende a ser humano e a respeitar as diferenças a que os teus olhos não estão habituados, deste modo viveremos todo bem melhor, neste paraíso em forma de globo, que é este belo planeta triste.